10 Mandamentos

1 – Não queiras fazer aquilo que não podes, nem permitas que os outros façam o que tu deves fazer.

2 – Escolhe e pratica atividades sensoriais, ou intelectuais que a doença não limite.

3 – Adapta, dentro do possível, os locais onde te encontras com ajudas técnicas que substituam os músculos afectados.

4 – Organiza-te com aqueles que tenham problemas semelhantes aos teus. Aumentarás a tua força.

5 – Encontra a maneira de ser útil a quem te rodeia. A colaboração reduz o esforço.

6 – Não permitas que a depressão, o abatimento e a indiferença te dominem. Pioram o teu estado e não conduzem a nada.

7 – Faz da tua imaginação a ferramenta que te permita escapar ao isolamento que te provoca a doença e junta-te a nós.

8 – Não te sintas inferior por seres diferente, reivindica o teu direito a ser feliz como qualquer outro ser humano.

9 – Procura nas tuas próprias crenças a força necessária para ir p’rá frente. Descobrirás que o melhor de ti não pode ser afectado pela doença se tu não quiseres.

10 – Não percas nunca a esperança. Ninguém encontrou ainda a cura destas doenças mas um dia destes ela será encontrada. Quanto melhor tu viveres melhor poderá ser a tua ajuda neste sentido.

Autor desconhecido

Se gostou deste artigo partilhe este link

Tags:
CategoryEstratégias de gestão da doença

Leave a Reply